Liberté, egalité et brasilité

Em A arte de andar nas ruas do Rio de Janeiro, de Rubem Fonseca, Augusto (cujo nome verdadeiro é Epifânio) é um cidadão que passa os dias andando pelas ruas da cidade, pois acredita que andar “o faz pensar melhor e ajuda a encontrar soluções para seus problemas”: solvitur ambulando, dizia. O personagem circula pela cidade […]

Leia mais