MUNDO CASLU

Existem pessoas que preferem olhar o lado positivo das coisas. A jornalista Fernanda Gentil, o empresário Matheus Braga, o economista Patrick Lopes e o designer Felipe Cantieri são algumas delas. Diante de uma tristeza, o grupo conseguiu unir forças e transformá-la em algo maior e feliz.

A ideia partiu de Patrick, que chamou Fernanda e Matheus para pensarem em alguma iniciativa beneficente. Depois, convidaram Felipe para desenvolver uma identidade visual, mas ele se identificou tanto com a ideia que quis entrar no projeto também. Cinco meses após a primeira conversa nasceu o Mundo Caslu, em dezembro de 2013, com o objetivo de ajudar instituições sérias e comprometidas que cuidam de crianças, sejam elas carentes, órfãs, de rua, deficientes, doentes.  Em entrevista ao Paz, amor e lápis de cor, Fernanda contou como surgiu a ideia:

– A inspiração para criarmos a Caslu foi uma pessoa da minha família que era muito ligada a mim e que sonhava em ser mãe, mas quando conseguiu acabou tendo câncer e não resistiu. O filho dela ficou aqui como um pedacinho muito especial dela e nos deu mais força ainda para fazermos desta triste história, uma esperança para tantas outras histórias. Ele sabe que a mãe dele originou tudo isso, que ele tem muita sorte de ter uma família que o ama, dá carinho e tudo o que ele precisa. Sabe também que, por isso, temos muito a agradecer e ajudar principalmente quem não tem essa mesma sorte que ele. Sempre o levo aos orfanatos, ele adora participar e aprende muito; não só ele, mas todos nós.

Com o slogan “muita gente precisa da gente”, a Caslu atua pontualmente em certas épocas do ano, vendendo a camisa Caslu, que ganha novos detalhes e cores de acordo com a campanha. O dinheiro arrecadado com a venda é revertido em doações para uma instituição previamente escolhida.

– Começamos no Natal do ano passado ajudando a festa das 450 crianças que fazem tratamento no INCA. Doamos fraldas, leite em pó integral e o buffet. Na Páscoa deste ano, a ação foi na AEPEC, uma instituição que realiza um trabalho social muito legal com crianças de comunidades carentes. Elas ganharam alimentos, material de limpeza e a gincana Caslu, com aulas de dança, futebol, oficina de artes e pintura na pele. Agora, no Dia das Crianças, vamos fazer nossa terceira ação que vai ser no orfanato Lar da Criança. Eles atendem 130 crianças e precisam de roupas, alimentos, roupa de cama e remédios. Felizmente vendemos muitas camisas e vamos conseguir doar grande parte do que pediram!

Fernanda explica que o processo de escolha é longo, pois envolve a ida do grupo às instituições, onde tiram dúvidas em relação ao trabalho que é realizado nelas (como as crianças são tratadas, de que forma elas são beneficiadas etc).

– Nossa maior preocupação é garantir aos nossos colaboradores que eles realmente estão ajudando, através da Caslu, um trabalho honesto. Então pode ter toda a certeza de que, se a instituição recebeu uma ação Caslu, é porque ela é muito séria.

Para ajudar, basta entrar no mundocaslu.com.br, clicar em “Tô dentro!” e comprar uma camiseta, que custa R$ 70. Estão disponíveis os tamanhos 4 e 6 anos, PP, P, M, G e GG. As medidas estão no site.

– Comprar a camisa é o modo mais prático de ajudar. Não aceitamos doações de produtos como alimentos e roupas porque não temos espaço físico para guardar tudo. E se for pra doar dinheiro, que seja em troca de camisa, né? Achamos mais legal e justo com quem está doando poder retribuir de alguma forma também, e a camisa na verdade vira uma lembrança, um registro de que a pessoa fez uma boa ação.

Para Fernanda, a Caslu foi a melhor coisa que fez nos últimos anos:

– Poder ajudar, mesmo que minimamente, algumas histórias, fazer sorrirem algumas crianças, poder abraçar as que precisam, pintar com as que pedem, é algo inexplicável. Tão simples, mas tão grande. Com certeza meus valores, minha vida, e até minha relação com as pessoas melhoraram muito depois do que vi e senti nessas instituições. Eu sempre digo que vendemos algo muito mais valioso do que uma bolsa de marca ou uma roupa chique. A gente mexe com a esperança e confiança das pessoas. Isso é subjetivo, abstrato, não pode ser tocado. Por isso nossa responsabilidade é imensa.

signature2
Anúncios

Escrito por

Jornalista por profissão, vocação e paixão. ♡

2 comentários em “MUNDO CASLU

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s