SÉRIE MULHERES: CAMILA MARTINEZ

A ilustradora Camila Martinez, de 33 anos, é formada em Comunicação pela UFRJ. Atualmente, é editora artística do canal Telecine e responsável por montar as chamadas que  rodam nos intervalos dos filmes. Ela trabalha com edição para cinema, tv e web desde 2005, e a ilustração e a fotografia são hobbies que acabaram inseridos no seu processo criativo.

O interesse por arte surgiu em casa, por ter crescido em um ambiente cheio de referências – seu lado artístico sempre foi muito estimulado pelos pais, especialmente sua mãe.

– As minhas maiores referências nas artes plásticas, na literatura e na música eu conheci em casa, de uma forma super orgânica. Acho que justamente por ter crescido em um ambiente tão inspirador, a minha relação com a arte é algo muito natural – explica a artista.

Para ela, o processo funciona como um hobby, uma terapia, uma forma de se expressar. Por ser muito curiosa e observadora, a inspiração vem.

– Acho que olho muito mais pra fora que pra dentro. Acho fundamental conhecer novos lugares, novas pessoas, experimentar o desconhecido. Viajar para mim é algo super importante, é testar novos olhares, conhecer novas culturas e buscar outras referências. Eu acho engraçado quando me definem como artista, tenho uma certa dificuldade em me enxergar assim. Tudo é tão fluido e leve que eu só penso “não, gente, só tô fazendo uns rabiscos aqui, não se enganem!” – se diverte.

Ela define sua história com a arte como “um processo muito analógico”. Gosta da sujeira, da bagunça e dos erros que a mão na massa proporcionam. É como se sente livre: no meio do caos.

– Gosto de testar diferentes materiais, diferentes processos. Não curto muito ilustrar digitalmente. Mesmo sendo um processo mais fácil de ser editado, acho que o resultado final não é tão interessante.

Camila adora a arte de rua. Considera o espaço urbano democrático, acessível e mutável. E ela gosta de ocupar esse lugar – e o ocupa lindamente com o projeto Espalhe Amor, onde cola corações adesivados por onde passa.

– Sinto uma vontade muito grande de ocupar esse espaço, de fazer parte dos recortes de outros artistas, de criar camadas que se fundem com a paisagem em uma grande colagem urbana. O Espalhe Amor é uma tentativa de levar a delicadeza do amor para o caos das ruas, de criar momentos de calma, de aquecer espaços frios.

Seu trabalho ultrapassa os limites do óbvio e vai de ilustração a colagens, fotografia, vídeo. Às vezes tudo de uma vez! Ela brinca que seu processo criativo “é uma zona”, mas a verdade é que ela nutre a vontade de fazer tudo ao mesmo tempo.

– Quero testar milhões de coisas, colocar tudo em prática. É um processo inquieto, caótico, curioso. Não tenho disciplina para produzir todos os dias ou para estabelecer alguma rotina. Aliás, a obrigação de produzir me tira a vontade de criar. E eu preciso dessa vontade. Quando ela bate, o processo é super rápido. Sou muito ansiosa e gosto de ver o resultado logo. Acho que vou acumulando ideias e referências e num rompante sai alguma coisa.

Ela divulga o seu trabalho no instagram (segue lá @acamilamartinez), onde os interessados podem comprar os produtos lá expostos ou pedir algum sob encomenda via direct message (DM) no aplicativo ou pelo email acamilamartinez@gmail.com. Ela também tem uma galeria na Urban Arts, aqui.

– Curto a plataforma não só para divulgar o meu trabalho, mas para conhecer e acompanhar o trabalho de uma galera bem interessante. Acho que a troca que rola ali é super bacana.

Falando em troca, recentemente participou do projeto Brecha, na segunda edição do evento INK.SA, da House of Ink, apresentando um trabalho artístico sobre o objeto feminino.

– Foi uma oportunidade bacana para conhecer o trabalho de outras mulheres e poder trocar sobre nossas experiências. Precisamos nos fortalecer e discutir a desigualdade de gênero também no mundo das artes, de discutir qual é o nosso espaço e, principalmente, como ocupá-lo. Pretendo participar de novas feiras e tenho um projeto de uma exposição de uma nova série que mescla fotografia com ilustração com um amigo fotógrafo, mas não é nada concreto ainda. Promessas de 2018!

Anúncios

Escrito por

Jornalista por profissão, vocação e paixão. ♡

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s