SÉRIE MULHERES: DIANA COUTO

Diana Couto, de 31 anos, gosta de fazer arte desde criança. Desenhava e pintava, mas não imaginava isso como profissão. Na faculdade, cursou Desenho Industrial e começou a fazer arte profissionalmente. Foi quando viu um novo mundo se abrir. Para Di – é como ela assina seus trabalhos – a arte é, acima de tudo, um refúgio, um momento íntimo consigo mesma. Ela afirma que, quase uma meditação, a arte ajuda a se equilibrar.

Nascida na cidade do Rio de Janeiro, a artista foi para Petrópolis aos 7 anos e voltou para o Rio aos 17. Atualmente morando em Portugal, ela conta como é seu dia a dia hoje.

– Hoje minha rotina é uma loucura, inclusive com pouco tempo para arte! Tenho uma filha de 1 ano, que ainda demanda muito tempo e atenção. Ela está em uma fase que requer muita dedicação e estou focada nisso, por enquanto. Então minha rotina é amamentar, cuidar, organizar a casa, fazer trabalhos de design em casa, que é onde está minha fonte de renda atual, e, quando dá algum tempo, fazer arte.

É possível ver alguns grafittis da Di passeando pela cidade. Já grafitou no Rio, em São Paulo, Miami e Nova York. Ela só pinta mulheres, porque mantém uma relação especial com o feminino.

– Somos incríveis! A nossa força, nossa sensibilidade, nossas capacidades, nosso corpo, nossas dificuldades me inspiram diretamente. O feminino é uma inspiração enorme para mim. E desenhar mulheres é a melhor forma de comunicar isso. Como não estou no Brasil agora, nem sei quais ainda existem. Arte de rua tem dessas coisas, muda o tempo todo. Mas já pintei em muitos lugares no Rio.

Apesar de estar distante da arte de rua agora e estar trabalhando mais em ateliê, ela comenta a dificuldade de ser mulher neste meio.

– Não sinto tanto o preconceito, sinto mais a dificuldade de colocar o graffiti em prática por ser mulher. Que é diferente. É difícil ser mulher e se expôr, principalmente na rua, você corre riscos, escuta coisas que não quer escutar, lida com pessoas de todos os tipos. Tem que ter coragem e cuidado.

Sua arte de rua tornou-se comercial e ela já fez parcerias com diversas marcas como Dress To, Le petit pirate, Melissa, Ipanema, Avene, Puma, FYI, Wollner, Fashion Rio.

– Fico super feliz ao ver meu trabalho reconhecido. Porque faço com total entrega e se isso toca ou inspira alguém, me sinto muito realizada.

Para criar, as inspirações são muitas: histórias, mulheres que conhece, fotografias, viagens… Ela já participou de algumas exposições em conjunto e uma individual, mas considera difícil se expôr tanto quanto é bom.

– Em breve volto a pintar e vai ser uma nova etapa. Depois da maternidade e de um tempo parada, sinto que vai ser diferente essa volta.

É possível comprar suas ilustrações e em breve terá novas criações, que serão divulgadas na internet. Seu trabalho pode ser acompanhado no instagram @dicoutof .

Anúncios

Escrito por

Jornalista por profissão, vocação e paixão. ♡

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s