SÉRIE MULHERES: EMANUELA FIDÉLIS

Emanuela Fidélis de Sousa, de 34 anos, é técnica em Segurança do Trabalho e organizadora de eventos. Desde o ano passado, porém, vem ministrando cursos no projeto Mulheres à Obra, criado pela loja Palácio da Ferramenta.

Criado para celebrar o Dia Internacional da Mulher, o projeto visa o empoderamento feminino através de aulas que capacitam mulheres a utilizarem ferramentas elétricas, assim como a solucionarem reparos domésticos do cotidiano com maior autonomia.

A mulher feminista com macacão azul e os dizeres O lugar da mulher é onde ela quiser, na camiseta, foi inspirada na musa feminista Naomi Parker Fraley, marco da Segunda Guerra Mundial e da história do feminismo, morta em janeiro deste ano.

À frente do projeto está Isabel Gomes, diretora de marketing do Palácio da Ferramenta. Observando que muitas mulheres não usavam ferramentas porque tinham medo de tentar, decidiu acabar com o mito e criar o Mulheres à Obra.

– Devido à minha experiência de 6 anos prestando serviços à loja na atividade de demonstradora de ferramentas elétricas e manuais, surgiu o convite para eu dar as aulas. Quando a Bel me falou, pirei e pedi para ver o projeto. Ela não tinha um, então me ofereci para escrever, porque precisaríamos de patrocinadores – lembra Emanuela.

O projeto conta hoje com parceiros como Makita, Bosch, Lorenzetti, Suvinil e Legrand, marcas que inclusive já trazem ao mercado ferramentas mais leves e práticas.

O interesse de Emanuela por este trabalho surgiu após sua experiência em campo.

– A inspiração e a paixão surgiram quando descobri que era muito fácil aquilo que sempre julguei como coisa de homem. Quando me dei conta, descobri que era coisa para mulher!

A primeira edição do curso ocorreu em março de 2017 e, devido ao sucesso, logo foi programada a segunda edição, realizada em setembro do mesmo ano. O programa está em sua terceira edição e já com fila de espera para a próxima turma, que dispõe de aproximadamente 50 vagas. O valor cobrado é simbólico, de R$ 50,00 por aula que são revertidos em voucher para utilizar na loja.

De acordo com Emanuela, o público tem sido de mulheres que buscam autonomia.

– Eu vejo o curso como um incentivo à evolução da mulher. Quando eu chego na sala de aula e vejo uma senhora de 70 anos que talvez só tenha exercido a função de dona de casa a vida toda e quer aprender algo novo, evoluir, quebrar paradigmas, neste momento eu tenho certeza que teremos em breve uma geração de mulheres evoluídas e empoderadas, porque esse aprendizado vai ser compartilhado e as novas gerações vão ter a cultura de fazer reparos domésticos. Eu tenho muito orgulho de estar ajudando a construir uma nova era de mulheres.

As aulas são divididas em dois momentos: teórico e prático. Na aula teórica, Emanuela ensina os conceitos básicos de segurança e as funções básicas de funcionamento dos equipamentos. A linguagem é bem simples para facilitar a compreensão de todas. Na aula prática, a turma é dividida em cinco grupos, cada qual com um instrutor que auxilia a equipe.

– Procuramos sempre criar algo, utilizando todos os materiais utilizados na aula teórica. Desta forma, elas podem mensurar os graus de dificuldade e se sentem mais seguras por estar sendo assistidas neste primeiro contato.

Nesta edição, foram quatro sábados reservados para as aulas, que tinham como tema: Como manusear ferramentas elétricas, Como fazer reparos hidráulicos básicos, Como fazer reparos elétricos básicos e Como pintar paredes.

– Eu tento sempre trazer algo novo para valer a pena para as nossas “seguidoras”. A minha maior satisfação é ver alunas da primeira edição querendo participar de todas as turmas. Pretendo criar vídeos explicativos para que as alunas consigam internalizar o conhecimento.

Para Emanuela, o empoderamento feminino é quase uma “abolição da escravatura”, e explica:

– Éramos escravas das nossas mentes, acreditamos muito na nossa incapacidade, fragilidade e inferioridade. Libertar as mulheres dessas condições psíquicas é um tanto complicado ainda, mas se olharmos para trás, já avançamos muito! Dirigimos automóveis, praticamos quase todas as modalidades esportivas, assumimos cargos de mestre de obras e estamos ocupando setores econômicos, esportivos e culturais.

Anúncios

Escrito por

Jornalista por profissão, vocação e paixão. ♡

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s