VERÔNICA REIS

Prestes a estrear como a rainha Jocasta, na segunda temporada de Édipo e o Rei, Um Acidente Mitológico, a atriz Verônica Reis conversou comigo a respeito das dificuldades e do empenho à profissão de artista. Édipo e o Rei reestreia no Teatro dos Quatro, no Shopping da Gávea, nesta sexta-feira, 18 de maio. O texto, da roteirista Laura Rissin, é uma bem humorada paródia da clássica tragédia de Sófocles, Édipo Rei, representada pela primeira vez em 430 a.C. Para viver Jocasta, a atriz se inspirou na Carlota Joaquina do filme de Carla Camurati e na personagem Malévola.

A arte entrou em sua vida em 1989, quando dirigiu e encenou uma peça na escola durante a Semana de Cultura do Colégio São Paulo. Na realidade, se dedicou à toda parte da pré-produção, escrevendo texto, ajustando luzes e organizando cenário. Foi quando decidiu se inscrever em um curso de teatro, na Casa de Cultura Laura Alvim, com os renomados professores Daniel Herz e Susana Kruger, entre 1990 e 1994.

– Acho que sempre tive interesse pelo palco. Quando criança, era minha brincadeira favorita. Fazia shows e peças para a família. Mas nunca pensei nisso como profissão. Fui fisgada! Construir um personagem me motiva sempre! Adoro ensaiar, pesquisar, fazer laboratório para os personagens. Gosto dessa brincadeira de criar uma outra personalidade, que está em mim mas não sou eu exatamente.

Até aí o teatro era um hobby “sem grandes pretensões”. Verônica queria mesmo ser jornalista. Passou para a faculdade no mesmo ano que entrou para o teatro profissional, em 1992, quando fundou, em parceria com outros atores, a Cia. Atores de Laura. No jornalismo, atuou como assessora de imprensa para teatro, mas o hobby virou paixão e a levou de volta para o palco.

Para a atriz, a melhor coisa da profissão é viver novas experiências, ter outras vidas, procurar enxergar tudo por outro ângulo, podendo, ainda, fazer o outro se enxergar nisso.

– O teatro me mudou, muda as pessoas e eu sou um agente dessa mudança. Mas há dificuldades. A delas é, sem dúvida, a instabilidade financeira e no que isso acarreta. Porque é inevitável que não atinja a sua autoestima. Conheço atores incríveis que nunca ganharam um prêmio, que passam por dificuldades financeiras imensas, mas são apaixonados e continuam. Viver de teatro não é fácil. Em 1999, desisti da profissão por um ano. Trabalhei como garçonete, cheguei a ser gerente do restaurante, mas não aguentei ficar longe dos palcos.

Na Cia. trabalhou em 17 dos 21 espetáculos montados ao longo destes 26 anos de existência da companhia. Em 2013 começou uma parceria com a dramaturga Renata Mizhari. Desta parceria veio o primeiro prêmio da carreira de Verônica, o Prêmio Fita de Teatro, na categoria Melhor Atriz, com a peça Os Sapos, dirigida por Renata e Priscila Vidca.

– O prêmio foi um acontecimento, porque atuei num lugar muito diferente do que estava acostumada. Muito realista, naturalista. A peça é muito cinematográfica e não à toa vai virar um curtametragem.

A previsão era de as filmagens começarem no segundo semestre de 2018, mas ainda não se tem certeza das datas.

– Estou procurando não criar expectativas, pois na passagem para o cinema muita coisa pode mudar. Mas, sem dúvida, será incrível a experiência! Acho que a diferença entre atuar no cinema e sobre o palco é que, na tela, os olhos falam o que no teatro seria expressado pelas mãos.

Antes de estrear no cinema, Os Sapos se prepara para nova temporada no teatro da UFF, de 1 a 10 de junho. Depois, a peça viaja para São Paulo. Entre os futuros projetos de Verônica estão também a peça O Enxoval, da Cia. Atores de Laura, onde interpreta uma senhora de 86 anos. O texto foi escrito por ela ao lado de Ana Paula Secco e Luiz André Alvim, também atores na peça. Além disso, a Cia. está em trabalho de pesquisa para novo espetáculo que deve estrear no ano que vem.

 

Serviço:

Édipo e o Rei, Um Acidente Mitológico

Local: Teatro dos Quatro (Rua Marquês de S. Vicente, 52, Gávea – Shopping da Gávea)

Horário: Sexta e sábado, às 21h; d00omingo, às 20h

Ingressos: Sexta-feira R$ 60,00 (inteira) e R$ 30,00 (meia); sábado e domingo R$ 70,00 (inteira) e R$ 35,00 (meia)

Classificação: 14 anos

 

Anúncios

Escrito por

Jornalista por profissão, vocação e paixão. ♡

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s